Uma Solução Completa Para Refrigeração De Laticínios

O Brasil é um dos cinco maiores mercados consumidores de leite e produtos lácteos do mundo, e a Selita é uma das empresas de laticínios líderes do país. “Saudáveis, saborosos e confiáveis” é como ela descreve sua linha de produtos, que inclui manteiga, queijo e iogurte, além de leite fresco, UHT e em pó. Leite e produtos lácteos oferecem muitos benefícios bem conhecidos para a saúde: quase um terço da ingestão recomendada de cálcio, bem como uma grande variedade de nutrientes. Para os vegetarianos, os laticínios são a principal fonte alimentar de vitamina B12.

Fundada como uma cooperativa em 1938, no estado do Espírito Santo, região sudeste do país, a Selita passou por algumas fases difíceis ao longo dos anos: desde o fim do tabelamento de preço pelo governo, a entrada de multinacionais no mercado nacional até a introdução do leite longa vida, que ameaçava o produto lácteo embalado na própria Selita. Mais recentemente, a empresa cresceu e se modernizou, mas manteve seus ideais de cooperativa e se estabeleceu como uma das empresas favoritas dos consumidores.

Case study milk production brazil content

Em 2017, a Selita iniciou a construção de um parque industrial enorme de US$ 25 milhões em Safra, não muito longe do município capixaba de Cachoeiro de Itapemirim. O objetivo da nova unidade era permitir que a empresa dobrasse sua capacidade de produção para 850 mil litros por dia, ao mesmo tempo em que reduzia o consumo de água e energia, em comparação com sua unidade anterior. Em termos financeiros, a meta era cortar gastos em US$ 200 mil por mês, mas a sustentabilidade também estava no centro do projeto. Além da economia de água e energia, outras iniciativas ecologicamente corretas incluíram a pavimentação da estrada de acesso à usina, com subproduto da indústria siderúrgica. A fábrica também usa tecnologia de ponta, incluindo uma linha de produção automatizada.

A Selita originalmente contatou a Güntner no Brasil com a intenção de comprar apenas Resfriadores de Ar da Güntner para a nova fábrica. Mas, a Güntner respondeu com uma proposta de fornecer todo o sistema de resfriamento, incluindo estratificação e tanques de termoacumulação.

“Basicamente, o plano era fornecer tudo que fosse necessário para um sistema de refrigeração completo”, diz Adriano Gonçalves da Silva, representante técnico de vendas da Güntner no Brasil. “Além de três unidades do Condensador ECOSS G3 da Güntner em aço inox, com sistema de controle inteligente integrado, também foram instalados compressores parafuso, resfriadores, um sistema de resfriamento a óleo e um sistema de monitoramento automatizado.”

“Como o sistema de refrigeração funciona de forma automática e inteligente, o consumo de energia mensal e anual é reduzido”, acrescenta Gonçalves. “Isso vai desde o carregamento da energia térmica nos tanques, a otimização do fluxo da solução hidroalcoólica, até o controle de rpm nos processadores de parafuso, dependendo da demanda.”

“AO OFERECERMOS UMA SOLUÇÃO COMPLETA, FOCADA NA OTIMIZAÇÃO E NA REDUÇÃO DE CUSTOS, FICOU CLARO PARA A SELITA DE QUE, ALÉM DE CONTRATAR UMA EMPRESA LÍDER DE MERCADO, ESTARIA FAZENDO UM MELHOR INVESTIMENTO LEVANDO-SE EM CONSIDERAÇÃO A RELAÇÃO DE CUSTO-BENEFÍCIO.”
ADRIANO GONÇALVES DA SILVA REPRESENTANTE TÉCNICO DE VENDAS, GÜNTNER

O novo parque fabril foi inaugurado em outubro de 2021 e foi celebrado pelo então presidente da empresa, Leonardo Monteiro, como um marco na história da cooperativa.

“ESTE NOVO PARQUE PERMITIRÁ UMA REDUÇÃO SIGNIFICATIVA DE CUSTOS EM RELAÇÃO À NOSSA ANTIGA FÁBRICA. ALÉM DISSO, COM OS NOVOS EQUIPAMENTOS E ESTRUTURA MODERNA, ELE IRÁ GERAR MAIS EFICIÊNCIA EM TODOS OS PROCESSOS.”
RUBENS MOREIRA PRESIDENTE DA SELITA

Além da linha de produtos já consagrada, a unidade de refrigeração permitirá a fabricação de novos produtos, como ricota. “A fábrica é sustentável em todos os seus processos e também aumenta a produtividade. Podemos produzir uma gama cada vez maior de produtos para atender aos desejos de nossos consumidores, além de gerar melhor remuneração para os cooperados e melhorar significativamente a capacidade de resfriamento do leite recebido dos cooperados”, disse Moreira.