Apoio À Piscicultura Sustentável

O setor de abastecimento de alimentos que está crescendo com maior rapidez no mundo é a aquicultura. Na última década, o cultivo de peixe, marisco e algas em condições controladas cresceu 600% em termos de produção anual. É muito provável que o salmão do Atlântico, o robalo ou os camarões que você come em casa foram cultivados em uma fazenda de peixes, e isso é importante para o nosso planeta: a aquicultura é um pilar fundamental na estratégia de Transformação Azul da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, cujo propósito é melhorar o papel dos alimentos aquáticos para alimentar o mundo, de uma forma que respeite o clima e o meio ambiente.

Case study aquaculture brazil content

A tilápia é um peixe que particularmente se adapta bem à piscicultura. Vive em água doce, cresce rápido e se alimenta de algas ou alimentos de origem vegetal. É bom para nós porque é rico em proteína, sendo também uma boa fonte de fósforo, o que é importante para a saúde dos ossos. Tem sabor suave e é relativamente barato. Nos Estados Unidos, é o quarto tipo de pescado mais consumido.

A reputação da tilápia foi comprometida de certa forma devido a práticas de piscicultura duvidosas em alguns lugares do mundo. Sem dúvidas, não é o caso da cooperativa C.Vale, no Brasil. Fundada em 1963, a cooperativa conta com mais de 23 mil sócios, que produzem diversos cultivos, além de produtos de carne e laticínios. A sustentabilidade é primordial em tudo o que a C.Vale faz, como o reflorestamento e a conservação da água para ajudar a financiar creches.

As tilápias da C.Vale são cultivadas pelos sócios da cooperativa sob condições ótimas, utilizando técnicas inovadoras e sustentáveis antes de serem levadas à planta de processamento e armazenamento refrigerado na cidade de Palotina (PR). São exportados para o mundo inteiro a partir dali. A planta foi construída em 2016, com a intenção de utilizar a melhor tecnologia de resfriamento de ar e congelamento de peixes que o mercado podia oferecer antes de serem exportados. O maior desafio foi a dimensão das instalações, com 10.000 m2.

“SABÍAMOS QUE TÍNHAMOS A SOLUÇÃO PARA ESTE DESAFIO. MAS TAMBÉM TIVEMOS QUE DEMONSTRAR QUE, AO ESCOLHER A GÜNTNER TERÍAMOS UMA ECONOMIA DE ENERGIA SIGNIFICATIVA E, PORTANTO, UM RETORNO DO INVESTIMENTO MAIS RÁPIDO .”
GERSON RAMOS GERENTE DE VENDAS NA GÜNTNER

C.Vale optou pela Güntner, que forneceu uma solução de refrigeração desenvolvida apenas com seus próprios produtos. A solução incluiu 14 Resfriadores de Ar Cubic VARIO da Güntner, 11 Resfriadores de Ar Dual VARIO da Güntner, seis Resfriadores de Ar Process da Güntner e dois Condensadores Evaporativos ECOSS G3 da Güntner. “O projeto atingiu uma escala que nunca havíamos chegado antes em outros projetos de refrigeração, e o resultado foi além das expectativas da C.Vale,” afirmou Gerson Ramos.

A meta inicial da C.Vale era processar 75 mil tilápias por dia. Isso foi alcançado imediatamente e, nos seis anos seguintes, a produção aumentou para 150 mil tilápias por dia, utilizando os mesmos processos. “A cooperativa também está se beneficiando do estímulo financeiro graças à significativa economia de energia e água”, declarou Gerson Ramos, enquanto os 450 funcionários aproveitam o conforto do ar-condicionado como parte da solução de resfriamento.

“Sempre enfrentamos desafios no nosso trabalho, mas é isso que nos motiva,” acrescentou ele. “Contamos com o know-how e a tecnologia para executar um projeto dessa dimensão com a certeza de que vamos alcançar o melhor resultado possível para o cliente.”

"ESTAMOS ORGULHOSOS DE TERMOS TIDO UMA RELAÇÃO TÃO DURADOURA COM A GÜNTNER NA ÚLTIMA DÉCADA, O QUE TAMBÉM AGREGA MUITO VALOR À SUSTENTABILIDADE, COMO À C.VALE. ACREDITAMOS QUE OS PROJETOS QUE CONSERVAM ENERGIA E ÁGUA REPRESENTAM O FUTURO PARA NOSSA INDÚSTRIA E NOSSO PLANETA. "
RENI EDUARDO GIRARDI GERENTE DA DIVISÃO INDUSTRIAL NA C.VALE